Veneno anti-rugas

Veneno de abelha para rejuvenescimento: mania entre as famosas

Depois que famosas como Kate Middleton, Victoria Beckham, Michelle Pfeiffer, Kylie Minogue e Gwyneth Paltrow declararam que usam veneno de abelha para rejuvenescer a pele, todas as outras mortais estão querendo experimentar a novidade.

O ativo extraído da secreção da abelha é baseado na substância waglerina1, que paralisa o local atingido pela picada do inseto. Sendo assim… se aplicado na face, proporciona efeito paralisante nas expressões, ação semelhante a da toxina botulínica (botox), porém, com a vantagem de não ser invasivo, explica Anelise Taleb.

O ativo foi desenvolvido para atuar como suavizante e antirrugas, sendo efetivo contra as linhas de expressão por relaxar os músculos faciais. “Existem alguns estudos em revistas científicas que demonstram que os venenos de cobra (alternagin C) e de abelha(melitina) podem trazer benefícios para a saúde da pele. Há, ainda, pesquisas na Universidade de São Carlos (SP) que demonstram as vantagens do veneno de cobra na cicatrização de feridas”, conta Adriana Vilarinho, dermatologista conceituadíssima de São Paulo.

Adriana faz uma ressalva, que não só é válida para esses ativos que falamos aqui, como para todos os outros cremes de uso tópico:  “Assim como qualquer substância de aplicação tópica, os venenos também não são capazes de alcançar as camadas mais profundas da pele e produzir a quantidade necessária de colágeno e elastina para promover um rejuvenescimento real. Cremes à base desses ativos podem ser usados como coadjuvantes no tratamento facial, causando o efeito ‘cinderela’, ou seja, são capazes de deixar o rosto mais firme e esticado por um período de tempo.”

Bom… isso quer dizer que a novidade serve para dar aquela boa e velha “esticadinha” na aparência, mas nada que vá sumir definitivamente com as rugas ou linhas de expressão do seu rosto… 

Animadas para testar? Ahhh… eu estou!